Contato

+55 (45) 3025-2829

Whatsapp

+55 (45) 9118-2401

Turismo

Assunção capital do Paraguai completa 480 anos

Assunção capital do Paraguai completa 480 anos
Annie Grellmann Annie Grellmann
15/08/2017 11:44hs

“Nossa Senhora de Assunção”, uma das cidades mais antigas da Latino América, foi fundada em uma quarta-feira - dia 15 de agosto de 1537 – por Juan Salazar e Espinoza. A região era habitada até então por índios guaranis – língua falada no país até hoje.

 

A capital do Paraguai chegou a ser a cidade mais desenvolvida da América do Sul, competindo comercialmente com os Ingleses.

 

Em 1864 estourou a Guerra da Tríplice Aliança – em que lutou contra a Argentina, Brasil e Uruguai. O Paraguai perdeu e ficou viva somente 1,75% da população masculina. O país mais potente da América do Sul tinha sido dizimado. Da riqueza a miséria em poucos anos, a guerra durou três anos, quando o então presidente do Paraguai Solano López ao ser encontrado pelos inimigos em Assunção, morreu dizendo as seguintes palavras: Me muero con mi pátria!

 

Os poucos paraguaios que sobraram, maioria mulher e anciões – viviam de estrutura social baseada no campo - foram vendo suas terrinhas sendo perdidas uma a uma. As frases de López, porém, ficariam guardadas para a guerra que se sucederia 62 anos depois.

 

A Guerra do Chaco começou em 1932, entre a Bolívia e o Paraguai. O Paraguai ‘ganhou’, porém 30 mil paraguaios nunca retornaram do deserto do Chaco.

 

480 anos

 

Menos de uma década depois da última guerra, o país voltou a crescer. Nos últimos anos cresceu mais que os demais países do continente, entre 3% e 4%. Seria a volta da potência paraguaia? As notícias que correm na mídia ao fazer pesquisas sobre o PY é que de ‘Primo Pobre’, o Paraguai virou a estrela da América Latina.

 

A capital completa hoje 480 anos com muitas festas pela cidade.

 

Feliz cumpleaños pueblo castellano!

 

 

Confira a matéria realizada pela 100 Fronteiras em 2014 sobre como ir e o que fazer em Assunção: http://100fronteiras.com/materia/roteiro-foz-do-iguacu-a-assuncao-de-carro